Novo critério diagnóstico para Pressão Alta

 

Foi lançado agora em Novembro de 2017, no Congresso Americano de Cardiologia da American Heart Association, o novo consenso de Hipertensão Arterial (Pressão Alta).

Ente as atualizações mais importantes, está a nova definição de hipertensão. Segundo o novo consenso, pacientes que apresentam pressão arterial maior que 130 x 80 já podem ser considerados hipertensos, sendo que pressões sistólicas (que alguns conhecem como “pressão máxima”) entre 120-129 também são consideradas elevadas. O consenso ainda determina pressão normal como aquela menor que 120 x 80.

 

Mais de 1000 estudos científicos foram revisados para elaboração desse documento, sendo concluído que níveis de pressão arterial acima de 130 x 80 já levam a aumento do risco cardiovascular, com maiores chances de ocorrência de infarto do coração, derrame cerebral e até mesmo óbito.

 

O diagnóstico de hipertensão deve ser feito pelo médico, após pelo menos duas aferições de pressão, em momentos distintos, estando o paciente calmo, relaxado e sem dor. Sua detecção precoce é importante porque se por um lado trata-se de uma doença silenciosa mas com consequências desastrosas, por outro, o tratamento adequado, com medicamentos e/ou mudanças do estilo de vida conseguem prevenir suas complicações. E prevenir é sempre o melhor remédio!

 

23472178_10155153206941947_3321097948600344393_n

 

 

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

×
Show